Blog 30/07/2018

Câmara Técnica de Educação do Consórcio Intermunicipal do Mosaico das APAS do baixo sul realizou sua primeira Assembleia ordinária

#PraCegoVer Imagem de quatro pessoas sentadas prestando atenção em alguém, que não aparece na foto.
#PraCegoVer Imagem de quatro pessoas sentadas prestando atenção em alguém, que não aparece na foto.

No dia 23/7, em Ibirapitanga (BA), secretários de educação de municípios que compõem o Consórcio Intermunicipal do Mosaico das APAS do baixo sul  elegeram membros da Comissão Executiva e de Ética da Câmara Técnica de Educação, instalada desde o início de janeiro no Consórcio por meio de uma resolução aprovada pelos prefeitos em Assembleia ordinária.

A Comissão Executiva da Câmara Técnica é composta pelos dirigentes a seguir: Viviane Santos Aragão, dirigente de Ibirapitanga, foi eleita coordenadora da Comissão Executiva. Renata Lívia Sampaio da França, dirigente de Teolândia, foi escolhida como vice-coordenadora e Eduardo José Mendes Alves, dirigente de Igrapiúna, como secretário.

Por sua vez, Victor Santos Gama da Silva, dirigente de Ituberá; Ione Queiroz, dirigente de Camamu; e Deusdete Pereira de Macedo Junior, de Piraí do Norte, foram selecionados para a Comissão de Ética.

Câmaras Técnicas de Educação permitem que gestores de educação de uma mesma região discutam problemas e identifiquem soluções conjuntas que beneficiem suas gestões e melhorem a qualidade da educação e a formação de uma Câmara Técnica é resultado de um processo feito com muitas mãos e muito diálogo e a eleição dessas comissões é um procedimento importante para o funcionamento dessas instâncias.

Trata-se de uma iniciativa inovadora no estado da Bahia e na região e que, de acordo com a coordenadora da Rede de Apoio a Educação (RAE) do Instituto Natura, Thamara Strelec, serve como instância de diálogo técnico com amplitude regional a respeito das políticas públicas educacionais que estão sendo implementadas nos municípios,  bem como uma oportunidade de potencializar a gestão das redes municipais fazendo uso de oportunidades garantidas a consórcios públicos como compras consorciadas, que permite ganhos de escalas e economia de recursos.

A realização da Assembleia ordinária contou com o suporte da Rede de Apoio à Educação, iniciativa do Instituto Natura, em parceria com o Instituto Arapyaú.

Os municípios que compõem o Consórcio Intermunicipal do Mosaico das APAS do baixo sul (CIAPRA BAIXO SUL) são: Cairu, Camamu, Gandu, Ibirapitanga, Igrapiúna, Ituberá, Nilo Peçanha, Piraí do Norte, Presidente Tancredo Neves, Taperoá, Teolândia, Valença e Wenceslau Guimarães.